Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

NEOSINEFRINA E O MEU PAI


M.J. - Vim mais cedo. O filme era uma merda! O que é que tu estás aí a snifar?!
K.R. - Não é nada.
M.J. - Não é nada?! Dá cá um bocado disso.
K.R. - Não é coca.
M.J. - Dá cá que eu não sou esquisito.
K.R. - Estou a snifar o meu pai.
M.J. - O quê?! Tu és nojento! Dá cá um cheirinho.
K.R. - Já tenho pouco. No máximo uma quarta de pai.
M.J. - Faz lá aí uma linha.
K.R.- Isto bate.
M.J. - Já em pequeno te batia. Ah, ah...desculpa. Sniffffffffff! Parece bom! Conhecendo bem o teu pai, se calhar não convém misturar com álcool. Ah, ah...desculpa. Posso lamber o espelho?
K.R. - O meu pai não curtia essas cenas.
Publicada por OMal às 00:54
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds