Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

DEUS PAI, FILHO, ESPÍRITO SANTO E UMA COISA TRANSPARENTE

Foi um dos acontecimentos do ano - A Igreja Católica admitiu o uso do preservativo, mas apenas no contexto do matrimónio e se algum (ou os dois) dos membros do casal estiver infectado, ou se for para fazer balões. Obviamente, o preservativo não pode ter sabor, nem textura externa, e não podem ser daqueles com um boneco de Sua Santidade na ponta. O Arcebispo de Cantuária foi taxativo - de fora ficam também os Durex Warming Pleasure, que têm um tipo especial de gel lubrificante que aumenta de temperatura com o acréscimo da velocidade de fricção e que às vezes fazem bolhas na gaita.
Publicada por OMal às 02:01
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds