Domingo, 23 de Setembro de 2007

ANTIQUÁRIO DO MAL IV- O MAIOR INVENTOR DE DESCULPAS – (Manobras de Diversão- 2004)


Num escritório está o ENGENHEIRO PAIS de gravata com os pés em cima da secretária a ler um jornal. Ouvimos uma voz vinda do intercomunicador.
SUZETE(OFF)
(voz-intercomunicador) Engenheiro Pais?
ENGENHEIRO PAIS
Diga, Suzete?
SUZETE
O Director vai agora aí falar consigo por causa do relatório do Consórcio alemão.
ENGENHEIRO PAIS
(põe-se direito,como se de repente se apercebesse de algo grave) Eia!
Entra DIRECTOR –  com ar rígido e bem vestido.
DIRECTOR
(voz grossa. indignado) Engenheiro Pais, porque que é o relatório do Consórcio alemão não está em cima da minha mesa?
ENGENHEIRO PAIS
Houve um problema, Doutor.
DIRECTOR
Não me venha com desculpas, que já sabe que eu odeio desculpas. Onde é que está o relatório? Não me diga que não o fez?
ENGENHEIRO PAIS
Eu fiz. Só que roubaram-no.
DIRECTOR
Quem é que roubou o relatório?
ENGENHEIRO PAIS
Foi um gnomo azul coxo...só com dente...e a cheirar a cocó. 
DIRECTOR
Está-me a dizer que um gnomo azul coxo só com um dente a cheirar a cocó roubou o seu relatório sobre o Consórcio alemão?
ENGENHEIRO PAIS
Não só roubou como, antes de roubar, urinou-lhe em cima.
DIRECTOR
Mas você viu o gnomo?
ENGENHEIRO PAIS
Vi, mas ele fugiu pela janela. Tinha um coche à espera dele.
DIRECTOR
Ainda me custa a creditar que um gnomo a cheirar a cocó tenha roubado o relatório do consórcio alemão. (abre a porta e grita para fora) Monteiro, chegue aqui!
Surge o SEGURANÇA.
SEGURANÇA
Diga, Doutor.
DIRECTOR
Quantas vezes é que eu já lhe disse que não entra aqui ninguém sem o cartão da firma?! O Engenheiro Pais diz que entrou um gnomo aqui no escritório e roubou-lhe o relatório do consórcio alemão.
DIRECTOR
(pausa longa) A que horas foi isso?
ENGENHEIRO PAIS
Eram para aí umas nove e meia.
SEGURANÇA
Acho difícil que tenha entrado aqui um gnomo a essa hora, porque desde as nove que eu estava na porta e a essa hora só entrou o Arquitecto Magalhães. Que tipo de gnomo é que era?
ENG PAIS
Azul, coxo, só com um dente e a cheirar a cocó.
SEGURANÇA
Por mim não passou ninguém assim. Tenho a certeza que foi só o arquitecto Magalhães e mais ninguém. (no gozo) O engenheiro Pais se calhar está a inventar uma desculpa porque não fez o relatório.  (Riem os três )
ENGENHEIRO PAIS
Você tem muita graça. (abrindo a janela) Vou abrir a janela que ainda está aqui um cheiro a cocó que não se pode.
Publicada por OMal às 04:19
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds