Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

DIAS DA RÁDIO V - ENTREVISTA DR JACQUES GODINHO-TUBOdeEnsaio-TSF

 
(GENÉRICO - MÚSICA TUBULLAR BELLS – MIKE OLDFIELD) 
Bruno: Olá, apesar da música de introdução, seja bem-vindos a mais uma emissão de Projectos para o Futuro. Para dar a conhecer uma das últimas grandes descobertas do nosso novo século, tenho comigo, o Doutor Jacques Godinho. Onde é que eu pus? Não, isto são as chaves do carro. Ah! Estava aqui sentado à minha frente e eu não o via. Doutor, o senhor desenvolveu este ano uma vacina que é uma revolução em termos médicos.  
Doutor: Bom dia. Sem dúvida que  este era um dos grandes desafios da medicina do nosso século e foi finalmente atingido.
Bruno: Pode explicar melhor de que se trata?
Doutor: Não. Eu hoje já estou um bocado cansado, mas posso passar por cá amanhã mais pelo fresquinho.
Bruno: Vá lá, pela sua mãezinha.
Doutor: Está bem. Esta grande descoberta é nada mais nada menos que a tão esperada vacina que  vai permitir aos pombos distinguir estátuas de homens estátua.
Bruno: Uuuuui Isso é uma descoberta fundamental!
Doutor: Especialmente para as esposas dos homens estátuas.
Bruno: Deduzo que a vacina seja dada aos pombos na água?   
Doutor: Metade está certo. É dada na água. Mas não é aos pombos. É aos homens estátua. Esta vacina depois de tomada faz com que eles emitam um brilho de um tom grená que os pombos, e as pessoas de bom gosto em geral, não suportam.
Bruno: E isso não é perigoso?
Doutor: O único cuidado a ter é não tomar em demasia. Têm que ser tomada na dose certa  porque, esta vacina, quando tomada em excesso, cura o cancro.  
Bruno: Pois. E não vamos querer que isso aconteça, especialmente porque estamos a falar de homens estátua. Permita que lhe faça uma cócega na narina seguida de uma pergunta pertinente. A cócega já está vamos à pergunta – Doutor, essa vacina vai ser comercializada em breve?
Doutor: No mês que vem já  vai estar à venda nas farmácias da região centro e na maioria dos talhos e retrosarias da região norte. 
Bruno: É uma vacina muito cara?
Doutor: Nem por isso. Penso que o preço anda à volta de dois ou três chapéus com trocos ou uma caixa de viola meio cheia.
Bruno: E terminamos com a pergunta que todos anseiam por fazer a um cientista como o senhor – O Doutor é mais alto que a Merche Romero?
Doutor: Penso que sim. No BI tenho um e setenta e quatro, mas eles descontaram-me a mais, porque eu estava de chinelos e eles fizeram as contas como se eu estivesse de botas à cowboy.
Bruno: Obrigado, Doutor. Não percam para a semana mais um, Projectos para o Futuro. numa grande entrevista, em directo, com o falecido filósofo Arsenildo Damião e a sua Teoria do Pensamento Belicoso Com A Ajuda de uma Lixa para Madeira. Até lá.
Publicada por OMal às 03:28
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds