Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

VAGO LUME

Estamos a meio de Julho e onde estão os fogos?! Hum? O que é que se passa?!  “O tempo”?! Não é desculpa. Já vi meia Serra da Estrela a arder em Fevereiro. Tinham que molhar os lobos para eles não arderem.  Atenção,  que eu não estou a dizer que isto é mau. Só estou a dizer que já cá deviam estar.  Eu sei bem que quando não há incêndios o país poupa imenso em água e leite, porque o bombeiro não passa sem um shot de leite de dez em dez minutos, mas estou preocupado com o atraso porque há a tendência para relaxar. Se calhar, deviam fazer uns fogos amigáveis (fogos a  feijões)  só  para os populares irem treinando o dar com ramos em labaredas, para estarem preparados para quando começar a época dos fogos a sério. Quanto aos fogos em si, penso que a solução  passava por tirar as árvores quando chega o tempo quente. Dá trabalho, mas compensa e uma pessoa pode ir visitar o Gerês no Verão e impressionar os turistas, com: “... agora parece um campo de golfe. Mas hão de vir cá no Inverno,  tudo isto fica cheio de árvores centenárias”.
Pode parecer horrível, e é,  mas sinto falta daquelas noites quentes com os grilos a cantar lá fora e o crepitar da lenha que  chega através do aparelho de televisão. Vamos esperar que eles devem estar a aparecer. Há que ter confiança, ao fim ao cabo somos um país de incendiários, de tal modo que, até  tivemos um primeiro-ministro que ia deitando fogo a Camarate.
 

Publicada por OMal às 19:28
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds