Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

NÃO TINHA TECTO NÃO TINHA NADA


"Então tu, no Mal Está Feito, não falas nas casa da Câmara de Lisboa?! Não me digas que é porque te ofereceram uma?! Tu não gostas é de polémicas!" -  isso é coisa que se diga?! Quer dizer... realmente, no tempo do Jorge Sampaio, ofereceram-me uma janela de alumínio, e ficaram de me dar o resto, e nunca mais me disseram nada, De vez em quando, ainda vou à janela espreitar  para ver se vem lá alguém da câmara, mas até hoje nada. Resumindo: tenho uma janela de alumínio, nas Laranjeiras, que ninguém quer arrendar. Mas eu concordo que ofereçam casas a pessoas como o Baptista Bastos, porque são pessoas que têm muito mau feitio e quanto mais tempo passarem em casa, e menos na rua, melhor fica servida a cidade.  Imaginem que ele não tinha onde morar e andava por ai, pela rua,  a prometer pancada a toda a gente. Além do mais, em termos estéticos, não faz sentido esta cidade ter um sem abrigo que usa laço.  E é preciso ter em conta que dar casas a artistas faz  com a câmara poupe uma fortuna naquelas placas que dizem –  Nesta casa  morou o artista plástico Joel Samagaio – porque, como a renda é baixa os artistas ficam a morar por ali em vez de andarem de casa em casa (os artistas têm tendência a esquecer o dia do pagamento da renda) a gastar placas. 
Se a lista de pessoas que receberam casas  é em grande parte constituída por artistas, ponho o dedo no ar porque é isso que diz nos meus recibos verdes. Portanto, a minha ideia não era uma casa para habitar, era mais uma coisa tipo timesharing com a Torre de Belém. Eu ficava lá a passar férias na segunda quinzena de Julho. E a primeira quinzena de Agosto, ficava então no Cristo Rei,  se até lá pusessem a prancha de saltos. O que é que vos parece? Vejo que a Helena Roseta não está com boa cara? É mesmo assim E o Zé?  E eu queria aproveitar para pedir se me alugavam, simbolicamente,  nem que fosse, um pequeno jardim em Alcântara. Porque depois vem aí o Santana Lopes e então de certeza que se acaba a rebaldaria...se calhar, com o Santana Lopes, também há hipótese de despejarem o Baptista Bastos para darem a casa à Paula Bobone; com a condição dela só estender a roupa dentro de casa. Agora vou par a cama, da casa que eu ando a pagar,  com a certeza que alguém vai estar atento ao meu pedido e, no mínimo, amanhã já tenho uma estação de metro com o meu nome. – Próxima estação – Quadros - com ligação ao Senhor Roubado.

Publicada por OMal às 03:04
Link do post | Adicionar aos favoritos

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Está Feito

Twitter

subscrever feeds